sexta-feira, 19 de setembro de 2014

A COLEÇÃO DE PERFUMES DE THIAGO FONSECA

12 comentários:
Ele chegou no blog participando aqui e ali com seus comentários bem humorados e leves. Como a maioria de nós, tem encantamentos olfativos por marcas diversas, e tem com os cheiros vínculo estreito. Sorrio enquanto leio: Thiago Fonseca e sua coleção de perfumes.


Eu, Thiago Fonseca, confesso que sou viciado em perfumes há uma vida inteira, mais 9 anos, 8 meses, alguns dias e assim permanecerei por muito tempo!
 Sou viciadíssimo, apaixonadíssimo e louquíssimo por perfume! E nem sempre foi assim...o bendito vício (o de colecionar) começou em 2004, graças ao meu primeiro emprego. Trabalhei na Lojas Renner aqui em Santos e lá fui apresentado ao mundo mágico da perfumaria...anos depois sai da Renner mas a perfumaria não saiu do meu “eu”...juntei algumas moedas (ok, um pouco mais do que isso) e comprei meu primeiro perfume importado: Kenzo Amour...fui logo num de 100 ml!
 Não sei dizer ao certo qual o primeiro aroma ou qual foi a minha primeira experiência olfativa mas posso afirmar que os perfumes da Avon (Toque de Amor, Charisma etc), Coty (Wild Musk), Vinólia e alguns da Natura fazem parte dos primeiros momentos e sensações que tive com a perfumaria. Minha preferência são as fragrâncias femininas, os aromas masculinos são amadeirados demais para o meu olfato, nota que não curto muito quando se sobressai no perfume, ou seja, um toque amadeirado até pode, cheiro de madeireira na minha pele não pode.
 Muitos eu comprei, muitos eu ganhei mas infelizmente nunca achei um perdido na rua hahaha, bem vamos lá! Meus favoritos:

THIAGO FONSECA E SUA COLEÇÃO DE PERFUMES

1-     Chance – Chanel: Poxa vida, se eu pudesse patentear o meu cheiro, seria o Chance! Amo com força, é chic, elegante, versátil e alegre. A pimenta “danadinha” dele me deixa nas nuvens! Meu n° 1! My precious!
 2-     MakeMe Fever Gold - Mahogany: Quase tira o Chance do reinado, este aqui é o melhor nacional que senti na vida! É o Chloé brasileiro! É a rosa mais encantadora que já tive a oportunidade de cheirar. Este perfume se tornou especial pelo fato de lembrar demais o cheirinho da minha amada avó paterna, ela usava uma colônia da Vinólia que tinha o aroma bem parecido com este perfume.
 3-     Infusion D’Iris - Prada: Meu ouro líquido! É um perfume diferente, sofisticado, elegante, fresco e levemente amadeirado. Tem algo nele que me encanta demais, é arrebatador...tem cheiro de flores que acabaram de ser maceradas diretamente na pele. Eu visto Prada! Hahaha 
4-     AllureSensuelle – Chanel: Esperei muito por ele! Muito mesmo! Até que o meu amor que presenteou...é sexy, afrodisíaco e sensual, é sério ele realmente tem esse poder todo de sedução. É clássico com um tempero moderno, atalcado, especiado e a pimenta novamente é a dona da vez! Fixa por horas! Sensualíssimo! 
5-     Armani Mania - Armani: Mulher contemporânea, decidida e forte, daquela que vai para rua, rasga o sutiã e se declara independente! É a primeira imagem que vem a mente quando sinto o Mania. Que delícia de perfume, vai bem em qualquer ocasião, de um casamento a um passeio na praia, super versátil! Gosto tanto que até a miniatura eu tenho! Descontinuado, choro até hoje por isso...
6-     La Vie Est Belle – Lancôme: Ganhei de presente da minha melhor amiga (Karen te amo, viu! hahaha), motivo suficiente para amar esta coisa preciosa. É o perfume doce mais elegante que conheço, fixa uma vida inteira, projeta muito. Marcante, forte e bem doce. Cheiro de pipoca de groselha caramelizada com calda de baunilha! Salivei!
7-     J’adore – Dior: Antes de falar dele, fico pensando se só eu que fica falando sozinho “- J’adorrrrrrrrrreeee, Diorrrrrrrrrrrr”, arrastando o “r” como se falasse francês?! kkk...bem, pode não fazer a cabeça de muitos, é popular mas adoro a forma que este danado fica na minha pele, um dos campeões de elogio. As flores brancas ficam daquele jeito quando evoluem...
8-     Lde Lolita – Lolita Lempika: Dâmaris ele chegou! (Oba!) Foram mais de 60 dias esperando ele chegar do fundo do oceano para a palma da minha mão (filosofei, eu sei), aquele abraço querido Correios do Brasil, te amo viu?! Uma baunilha diferente, lembra café da tarde, capuccino de baunilha com biscoitos de laranja, bolacha cream craker de água e sal, tudo isso polvilhado com canela...o sal aqui enriquece demais o aroma! Perfume crocante, croc crac! O frasco?! O mais lindo que tenho! (Amei tua descrição, Thiago! rsrs)
9-     Armani Code – Armani: Meu perfume masculino favorito. Putz, este arrasa e destrói corações. Deixa uma legião de fãs chorando, berrando e se jogando no chão quando passo na rua, é o campeão de elogios, sempre me abordam para perguntar: Moço, que perfume é esse?! Eu claro encho a boca para falar, quase que soletrando em tom de sussurro “- Armaaaniiiii C-O-D-E!!!” hahaha (Bem isso, Thiago...Armani Code deixa um rastro fantástico! rsrs) Depois do top dos tops, vamos ao demais:


THIAGO FONSECA E SEUS PERFUMES

Alien – Thierry Mugler: Poderoso, imponente e marcante. Que jasmim! Só não figura entre meus favoritos porque infelizmente não consigo mais usá-lo com a freqüência que ele merece, comprei a versão EDP, me arrependi por ser forte demais. Maravilhoso! Odiado! Amado! Eita perfume polêmico! 
Idylle – Guerlain: Amo, o cheiro de rosas é fantástico. Lembra um pouco o Narciso Rodriguez. Não sei por qual razão, mas ele me dá uma sensação “amanteigada” no aroma, alguém já teve esta impressão ou só o doido aqui?
First Love – Van Cleef & Arpels: cheiro de bebê, de infância, de inocência. É bem atalcado, lembra muito o cheirinho de talco,de colônia infantil. Confortável, amo demais!
Green Tea – Elizabeth Arden: O escolhido em dias escaldantes. O chá verde com hortelã, limão e erva doce mais gostoso de se sentir na pele. Limpo, zen, fresco e verde, pena que dura pouco na pele.
CKin2U – Calvin Klein: Um dos cítricos mais gostosos que conheço. Tem cheiro de geléia de laranja com baunilha. Problema: fixação zero. Uma pena.
Joop! Le Bain – Joop!: O perfume mais acessível ($) difícil de encontrar! Foi uma guerra encontrar o danado mas valeu a pena! Delicioso, medicinal e abaunilhado. Lembra uma mistura de pudim de baunilha com toque medicinal. (Thiago, sei onde a preço bem bom, clica ali no nome dele)
Kenzo Amour e Kenzo Amour Indian Holy: Meu arroz de festa! Arroz doce com baunilha (é, acho que gosto de baunilha hahaha). Na minha pele ele lembra um pouco o Hypnotic Poison, tem a mesma vibe. Acho os dois Kenzos bem parecidos, só acho o Indian mais leve e menos denso.
Gucci Premiere – Gucci: Gosto muito mas não amo porque esperava mais dele. Este glamour todo não é tão glamoroso assim. Sinto um tiquinho de banana com couro (cheiro de bolsa nova), flores brancas e espumante, dura pouco na pele. Versão EDP.
212 Tradicional Feminino, 212 VIP Fem., 212 Mas. e 212 sexy – Carolina Herrera: Amo a CH, amo NY, amo  212 e seus herdeiros legais. O primeiro é o meu clássico. Vai bem em qualquer ocasião, fresco, aquático e suave, o mais usado no trabalho. Já o VIP é balada pura, festa, agito e já disse balada?! Já o masculino é a versão mais elegante do One Million, a nota de vodka dá um “tchan a mais” e por fim o Sexy, o meu favorito da marca, doce e festivo, foi a minha assinatura olfativa de alguns anos atrás. Amo os 212’s com força!
Amor Amor – Cacharrel: Amo, amo e amo! Que delícia, acho que o amor teria mesmo esse cheiro, penso eu. Cítrico azedinho com aquele toque doce, nhac nhac!
L`eau d`issey - : Fresquíssimo! Aquatíssimo! Levíssimo! Tudíssimo! Quem gosta de notas aquáticas e flores brancas em especial a tuberosa vai nesse!
Nina Elixir – Nina Ricci: Cheiro de princesa da Disney! Bem moleca sapeca. É doce como a maça do amor misturado com aquela caipirinha de limão carregada no açúcar! Gosto muito!
Lady Million – Paco Rabanne: Forte, marcante e denso. O jasmim aqui deita e rola, rola e deita na minha pele, confesso que algumas vezes esta nota floral me incomoda. Tem a mesma pegada do Alien...perfume de balada e para seduzir! 
Hypnôse – Lancome: Está bem velhinho, restam poucas borrifadas, o frasco já amarelou, o detalhe prateado da tampa oxidou, a cor do perfume mudou e o meu amor por ele continua intacto. Baunilha deliciosa, marcante e viciante!
Very Irresistible Summer Vibrations e Very Irresistible (miniatura) – Givenchy: Rosas, rosas e mais rosas…a versão Summer tem uma pitada de limão! Delícia total!
Laguna – Salvador Dali: É o perfume da minha mãe, digo isso em duplo sentido porque o perfume em si é dela e é a sua assinatura olfativa. Perfume tropical e bem cítrico, lembra praia, Caribe, vida boa, sombra e água fresca...
Le Male – JPG: Meu segundo perfume masculino favorito. Perfeito, inspirador e moderno, o toque de hortelã nele me tira do sério hahaha
Fantasy – Britney Spears: Adoro mas não amo, entende?! Quando estou bem formiga, uso ele.


THIAGO FONSECA E SEUS PERFUMES


Coffee Passione – O Boticário: Olha, pode até parecer um perfume simples e comum mas o danado arranca muitos elogios, tem cheiro de vinho com uma pitadinha de nada de café...se misturar o Nina Ricci (maça vermelha) e o Coffee tradicional vai dar Passione. 

Limão Siciliano – Phebo: Surpreendente. Limão puro, pense numa limonada feita com casca e sem adição de açúcar, juro que chega até descongestionar o nariz hahaha...colônia limpa, clean e relaxante, esse Phebo é quase uma sessão de yoga!
Far Away Gold – Avon: Já tive o Far Away tradicional e gosto masssss o Gold é bemmm melhorrrrrrr! Na minha percepção ele lembra a potência do Poison com aquele toque generoso de baunilha...Avon tá mandando bem!
Óleos Wild Musk – Coty e Wind Mystery e Patchouli - Rugol: Quando eu era criança meu pai usava o Wild Musk e incendiava a casa com o poderosíssimo cheiro dele, é sexy e marcante, uma gotinha e pimba! Os da Rugol não deixa para trás, exala muito bem...destaco o de Patchouli, o que mais gosto dos três, é doce, medicinal e herbal...
Hidden Fantasy- Britney Spears: Ganhei de presente, é gostoso e uso de forma mais causal , no dia-a-dia, é menos doce que o Fantasy, tem um toque cítrico que o deixa mais leve.
Curious – Britney Spears: Veja bem, não sou fã da cantora mas gosto dos perfumes dela. Este é o meu favorito da marca, lembra um tiquinho o J’adore na minha pele, mas bem tiquinho mesmo.
Live Luxe – J.Lo: Lembra o Ralph Lauren (o verdinho). Adoro. O frasco é um luxo, um dos mais bonitos que já vi!
Ekos Frescor de Maracujá – Natura: Oh maracujá bom! Cheiro de banho tomado, de limpeza, de frescor. Meu Ekos favorito. Não vivo sem.
Rosewood – Mahogany: Amo a marca. Produtos de qualidade e atendimento excelente. O Rosewood é divino, lembra muito o Dune da Dior e Coco MademoIselle da Chanel.
Jasmin D’Egypt – Mahogany: É o Poison sem toda especiaria e incenso, prefiro assim. O veneno da Dior não curto muito, já o Mahogany me leva fácil no papo! 
Angico Branco – Mahogany: É o The One tupiniquim! Bolo de baunilha com raspas de laranja que mais gosto de sentir em mim.
Uma Tarde na Toscana – Mahogany: Lembra o Narciso Rodriguez, floral delicioso, vale a pena!
Morena Flor Beijo de Frescor – Avon: Similar mais alegre (e mais barato $$$) do Light&Blue – D&G. Projeta muito e fixa horrores. Limonada pura na pele, descontinuado infelizmente... 
Jungle Tiger– Cuba: Diz ser similar do Classique – JPG, comprei justamente por este motivo mas não era bem o que eu esperava, é muito forte, sintético e causa enxaqueca. Lembra muito suco de uva em pó e muito pouco o Classique. Dura pouco na pele, ao contrário do Cuba Gold (similar ao Le Male) que amo.
 Ufa, acabou...se você querido leitor do nosso amado VB chegou até aqui sem dormir te agradeço por ceder alguns minutos (cof cof muitos) da sua atenção e dividir comigo esta grande paixão que sinto pela perfumaria, juro que tentei ser o mais breve possível, mas creio que falhei nisso, culpa da minha avó que me deu água na colher de pau e na casca do ovo quando eu tinha 2 anos com medo de que eu não falasse nunca...hoje um sou tagarela! Funcionou viu Vovéia (a chamava assim, que saudade...)!!! Ao escrever sobre os meus amores percebi que gosto muito mais do assunto do que eu imaginava, conforme eu ia escrevendo sobre cada um, uma imagem ou uma história inteira se montava na minha mente, é incrível como um perfume, um cheiro ou um simples aroma é capaz de despertar tantas memórias e sentimentos em nós..foi impossível não me emocionar quando eu lembrei das minhas amadas avós, de quando eu brincava no quintal e sentia aquele cheirinho de “vó” tão acolhedor, da infância feliz que tive, da adolescência não tão feliz assim, do cheirinho do meu primeiro amor, do meu segundo amor, do meu atual amor, do cheiro de colo de mãe, de abraço de pai, cheiro de amigo...hoje eu percebo que não coleciono perfumes, eu coleciono histórias, as minhas histórias... Querida Damaris, obrigado pelo convite e te agradeço por ceder seu tempo e espaço na sua casa VB para um doido varrido como eu que é apaixonado pela vida e claro, por perfumes. 


Thiago Fonseca
 Beijos, fui e partiu perfumaria, preciso “colecionar” mais histórias...



Thiago, te conheço apenas virtualmente e por conta do blog, mas leio teus textos e sorrio com leveza, como se fôssemos amigos de longa data. Muito obrigada por ter parado no Blog, por interagir nos comentários, e-mails, por participar em postagens .... Somos mesmos colecionadores de histórias através dos perfumes, por isso nos é impossível termos 1, 2, 3 "só".
A casa é sua, querido, volte sempre! E que os perfumes continuem a tem encantar sempre.

Delícia ler e ver.... Abraços perfumados, querid@s do VB.



e quantas coleções já passaram por aqui? Muitas, e continuarão! Mande a sua também

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

RESENHA PATCHOULI MOLINARD LES ORIENTAUX EAU DE TOILETTE

10 comentários:
Foi um dia de festa olfativa. Meus braços não tinham espaço livre para mais um perfume. Ao chegar em casa, um deles rescendia mais forte que os demais, e chamou a minha atenção. Voltei para buscar o pobrezinho que havia ficado na loja. Quem é ele? O perfume Patchouli  da coleção Les Orientaux, da Molinard.

Frasco de contornos clássicos. Patchouli Molinard EDT


Convido você a esquecer a forma como o patchouli tem sido trabalhado nas casas Dior, Chanel, Hermés. Deixe as composições em que este arbusto tem sido mesclado a frutas vermelhas, flores cremosas e guloseimas.

Patchouli da Molinard é uma fragrância que bem poderia contar a história dos anos 60, com seus movimentos contra-cultura, em que os jovens da época diziam um basta a um conjunto de regras. 

Hippie anos 60

Patchouli Molinard rescende de maneira totalmente avessa ao que estamos cheirando por aí. Brinquei ainda ontem com um amigo no face que estamos diante de um perfume-conceito. Não feito para agradar a muitos, muito menos seguir moda. 

Contra-cultura olfativa, certamente; e por isso afirmo que ele bem poderia ser um perfume de nicho.

Até aparece, na saída, uma laranja amarga, mas o que predomina o tempo todo é um cheiro mais próximo ao da essência natural do arbusto oriental. Não se espante, Patchouli é perfume dos anos 60, do movimento hippie que veio para questionar modismos e consumismo. Essa fragrância traduz ao se apresentar incensada, canforada e ainda lembra o cheiro de maconha.

Evolução intrigante: o tempo todo é possível sentir o patchouli com seu cheiro canforado, incensado e abafado como galpão de madeira velha fechado há muito tempo. Algumas gotas de laranja amarga aparecem no início, depois somem. E o próprio patchouli permanece em cena fluindo em nuances enfumaçadas. Em um vai e vem ao sabor dos ventos ora mostra-se parente da hortelã, daqui a pouco é pura fumaça amadeirada ardida.
Projeção: intensa por 1 hora, depois bem mais rente à pele
Fixação: ótima para um Eau de Toilette 6 horas.
Composição: simples, praticamente 2 notas, mas com toda a riqueza da essência que me faz perceber como muito natural
Sugestão de uso? Bom... sugiro uso bem ocasional, apenas naquelas situações em que você tem certeza de que ninguém lhe estranhará por estar cheirando a fumaça de maconha, incenso e madeira velha. Difícil, não é? Há que se ter muita ousadia para usar Patchouli Molinard Les Orientaux. Aqui em casa minha filha estranhou muito, e ficou a espirrar pedindo explicitamente que o tirasse e sequer fizesse resenha. ;) Por suas características olfativas penso que é perfume outono inverno.
Preço? incríveis R$49,00 o frasco de 100 ml na loja Shine de Floripa, que está queimando estoque.

Você toparia usar o que chamo de Perfume conceito? Ou ainda um Perfume contra-cultura?

Abraços perfumados e incensados...





DIOR E CHANDLER BURR LANÇAM LIVRO SOBRE PERFUMES - DIOR LES PARFUMS

3 comentários:
Dior comemora seu aniversário lançando um livro: Dior, Les Parfums. Para narrar a história da marca e de seus perfumes, convidou nada mais nada menos que Chandler Burr, curador de arte olfativa do Museu de Arte e Design de Nova York. As fotos têm a assinatura de Terri Weifenbach.

objeto de desejo Dior Les parfums book
Dior Les Parfums - fonte
Os perfumes foram abordados sob uma perspectiva histórica e cultural, assim como inseridos em uma perspectiva das tendências olfativas. Imagens dos arquivos Dior, publicades antigas e novas, fotos artísticas dos frascos recheam as páginas deste livro que já é objeto de desejo.

dior poison
Poison Extrait de Parfum - Dior


Se Dior é tão atenta aos detalhes de suas caixas, frascos e fragrâncias, posso imaginar o quão perfeito é este livro, que já está disponível para venda aqui.

PERFUME DIORISSIMO


J`adore Dior
J`adore DIOR


Quero me deliciar nas páginas deste livro.

Abraços perfumados.

Veja também:

* Chandler Burr e seu perfume que traz o sol
* História da marca Dior
* Acessório de estilo chamado perfume

Resenhas de Perfumes Dior:
Dolce Vita
Hypnotic Poison (versão 2011), EDT
Hypnotic Poison Eau Sensuelle
Hypnotic Poison Eau Secrète
Midnight Poison, EDP
Miss Dior e Miss Dior Chérie
Miss Dior Chérie (2005)
Poison, Edt

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

RESENHA THE ONE SPORT FOR MEN EDT DOLCE & GABBANA

4 comentários:
Encerrando o trio de posts com Resenhas de perfumes masculinos de hoje... (espero que tenham curtido), vamos conversar sobre o último flanker do The One e o primeiro perfume esportivo da marca? The One Sport for men Eau de Toilette.

9 anos após o lançamento do primeiro The One, e 4 após a versão Gentleman, a marca Dolce & Gabbana se volta para um outro perfil. Se antes falava de sensualidade com The One, cavalheirismo e discrição com Gentleman, agora o foco é o homem que vive na academia e cultiva a saúde.

Frasco com o mesmo design, mas com cores frias e suavizadas
Stefano Gabbana dedica aos amigos que gostam de se sentir bem com o próprio corpo, e em entrevista fez questão de lembrar a máxima "Mens sana in corpore sano" - mente sã em um corpo saudável. Afirmou que preservaram algumas características do The One tradicional, mas agora com tons aquáticos.


Vejamos como The One Sport for men, lançado em 2012, ficou em minha pele.


THE ONE SPORT MAN REVIEW
The One Sport Man - sensações. Fonte

Senti-lo é reviver um banho de imersão em água confortavelmente fresca, com sais de banho alavandados enquanto velas de alecrim e pimenta rescendem da bancada mais distante. Desfrutamos deste momento de prazer e ao esticar do braço encontramos suco de melão com uma rodela de limão. Tudo isso já nos primeiros instantes deste perfume sobre a pele.


Curiosamente... a evolução deste perfume tira o corpo da sensação aquática. Como se tivéssemos terminado o banho, mas limpos.  A pele cheira a ambiente higienizado, oxigenado com presença mais intensa de alecrim, enquanto vestimos roupas recém passadas e ainda cheirando à amaciante. E assim ele fica até se desvanecer.



A mensagem que este perfume transmite é a dos minutos que transcorrem entre um banho e o pós-banho com a pele ainda fresca envolvendo-se em roupas macias.

Em meu entendimento, o mix alecrim e lavanda são fortes mensageiros do duo : limpeza saudável.

Assim como aconteceu em Gentleman, na versão Sport D&G foram certeiros nas escolhas das notas. Elas transmitem fielmente a sensação de pele saudável e limpa.

Apesar de a marca o apresentar como amadeirado, em minha pele ele se mostrou aquático aromático.
Projeção: intensa na saída (dos 3 a que mais é percebida nos primeiros minutos), depois rente à pele.
Composição: totalmente coerente e harmônica.
Evolução: dual, sem arroubos e notas gritantes.
Fixação: baixa, para um Eau de toilette - 4 horas.
Sugestão de uso: homens e mulheres que desejam perfume para ir à academia; ou ainda aquelas pessoas que esperam que um perfume perpetue a sensação de pós-banho.. Apropriado para dias e noites quentes.
Palavras-chave: limpeza, frescor, vigor
Preço: R$323,00 frasco de 100 ml

O trio de perfume The One para homens guarda incríveis especificidades. Poderiam, inclusive, ter nomes próprios. Cada qual tem uma proposta específica.


Já o vídeo desta versão Sport, nos faz viajar aos tempos gregos, dos corpos cultuados. Ambiente, corpo que pedem por um banho de imersão:

Dedico estas imagens às minhas leitoras rsrs


Abraços perfumados, meus caros leitores... Gostaram do formato resenhas de um perfume e seus flankers na sequência? Continuamos assim?


RESENHA THE ONE FOR MEN EAU DE TOILETTE DOLCE & GABBANA

5 comentários:
Dediquei o dia de hoje a publicar resenhas de perfumes masculinos, em atenção a diversos pedidos. Hoje será o dia da Dolce & Gabbana, com sua tríade The one.

Stefano Gabbana participou ativamente da criação deste perfume, lançado já em 2008. Ele ama notas picantes e orientais e queria trazer isso para The One Eau de Toilette para homens. Desejou um perfume clássico, quente, mas com algum diferencial. Escolheram para ser a face da campanha o homem que, naquela época, era o number 1 no conceito sexy : Matthew McConaughey.


THE ONE FOR MEN DOLCE GABBANA
Matthew McConaughey - a face da campanha de The One Dolce & Gabbana

A proposta de The One for men é bastante tradicional já na saída, que inicia frutada. Gomos de bergamota explodem nos dentes exalando o dulçor de seu aroma feliz. Elas têm ótima durabilidade, pois ainda são sentidas quando as folhas verdes e intensas de coentro e salgadinho manjericão começam a rescender da pele envolvendo-nos em um abraço oriental mais quente. Já no coração é possível sentir âmbar doce e levemente oleoso. Cedro e gengibre aparecem já no coração com seus cheiros rasgantes, amargos e frescos quebrando um pouco o doce denso característico do âmbar, o que me incomodou um pouco. Essa etapa, caso fosse perfumista, tiraria e enfatizaria ainda mais o âmbar e o tabaco. O tabaco aqui é diferente da versão The One Gentleman. Se lá aparece enfumaçado, aqui aparece emborrachado (não tanto quanto neste Bvlgari) lembrando vaga e distantemente cheiro mineral petrolífero.

Creio que se ficasse ambarado com temperos e se o tabaco, com seu cheiro mineral fosse mais notório, The One for men ficaria muito mais interessante do que é, em minha pele. Talvez uma versão Eau de Parfum pudesse arrancar mais suspiros...

Apesar do apelo comunicacional à masculinidade sexy, a fragrância é bastante compartilhável podendo ser usado por homens e mulheres.

THE ONE FOR MEN EAU DE TOILETTE REVIEW
Belo e clássico frasco em tons amabardos e amadeirados de The One for men EDT

Família olfativa oriental amadeirada, de fato. Os temperos são bem notórios, especialmente coentro, manjericão e gengibre, assim como o cedro.
Projeção: mediana na primeira hora, depois mais rente à pele
Composição: os temperos com âmbar e tabaco mineral me soaram muito interessantes, mas poderiam ser melhor compostos (sem gengibre e cedro, que amargaram), e ainda poderiam ser mais encorpados.
Fixação: o esperado para um Eau de Toilette 5 a 7 horas
Sugestão de uso: apesar de ser um oriental amadeirado, o cedro fresco associado ao gengibre tornam The One Edt passível de ser usado em noites veranis e dias invernais. Por sua baixa projeção, pode ser usado em contexto de trabalho. É perfume segunda-pele.
Palavras-chave: comum, versátil, compartilhável.
Preço: R$323, o de 100 ml 
Martin Scorsese dirigiu um pequeno filme sobre The One for woman e for men, em um contexto todo retrô em Paris.






The One Gentleman tem, ao meu olfato, um coração muito mais interessante que The one for men.
Viu a resenha dele hoje cedo? Está aqui E o próprio The One for woman consegue prender a respiração em encantamento mais que a versão masculina. E a versão Sport? Está aqui.

E para você, qual The one é mais surpreendente?

Só falta mais 1 The one masculino para terminar a tríade de hoje ;)

Abraços perfumados.


Pin It button on image hover